Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

«Escaparate de Utilidades»
Lumiar, a lâmpada económica

Jornal "Portugal, Madeira e Açores", 23 de Janeiro de 1940

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

A hora mais negra

Estreia amanhã nas salas portuguesas "A Hora Mais Negra", um filme que retrata os meses iniciais da governação de Winston Churchill, numa altura em que a Inglaterra parecia encaminhar-se para uma inevitável derrota.



Curiosamente é o segundo filme com esta personagem enquanto protagonista no espaço de um ano. Infelizmente a película anterior - com Churchill protagonizado por Brian Cox - não soube captar a energia da personagem e muito menos o drama que este terá vivido pouco antes do lançamento do "Dia D".

Este novo filme volta quatro anos atrás, às primeiras decisões e discursos do homem que conduziria a Inglaterra através da guerra.

O facto de Gary Oldman ter vencido, há poucos dias, um "Golden Globe" com esta interpretação pode querer dizer muita coisa...

A ver vamos...
Carlos Guerreiro

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

O Postalinho...
O fraco aprovisionamento da Inglaterra


Postal de propaganda alemão, sem data específica, mas que deve ser do período inicial do conflito quando os EUA ainda não eram o principal fornecedor de material dos aliados. A imagem aborda a falta de recursos próprios da Inglaterra.

Este postal insere-se num conjunto de outros com a mesma temática e que tinham por objectivo mostrar as fraquezas britânicas e a sua dependência externa, situação que segundo os alemães conduziria à sua derrota.

Repare-se no navio transporta as diversas importações necessárias para manter a máquina de guerra inglesa. Está danificado, a largar carga e a ser rebocado para conseguir chegar ao seu destino, uma clara referência à campanha submarina que desde os primeiros dias estrangulava, com algum sucesso, a economia da Grã-Bretanha.

Carlos Guerreiro