Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

«Escaparate de Utilidades»
Cabeleireiro do Rossio

Diário de Lisboa, 4 de Dezembro 1940

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

«Escaparate de Utilidades»
Farinha Famalca

Revista "Modas e Bordados", 10 Novembro 1943


sexta-feira, 24 de novembro de 2017

O Postalinho...
O fraco aprovisionamento da Inglaterra


Postal de propaganda alemão, sem data específica, mas que deve ser do período inicial do conflito quando os EUA ainda não eram o principal fornecedor de material dos aliados. A imagem aborda a falta de recursos próprios da Inglaterra.

Este postal insere-se num conjunto de outros com a mesma temática e que tinham por objectivo mostrar as fraquezas britânicas e a sua dependência externa, situação que segundo os alemães conduziria à sua derrota.

Repare-se no navio transporta as diversas importações necessárias para manter a máquina de guerra inglesa. Está danificado, a largar carga e a ser rebocado para conseguir chegar ao seu destino, uma clara referência à campanha submarina que desde os primeiros dias estrangulava, com algum sucesso, a economia da Grã-Bretanha.

Carlos Guerreiro


quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Os trabalhadores forçados portugueses na Alemanha Nazi

No centro Cultural de Belém abre amanhã a exposição “Trabalhadores forçados portugueses no III Reich”, uma iniciativa que reúne material recolhido pela equipa de historiadores portugueses, liderada por Fernando Rosas, que nos últimos anos investigou este tema em arquivos portugueses e alemães.



A abertura está marcada para as 18 horas, altura em que também arranca um colóquio internacional relacionado com o tema.

Para quem está longe ou quer saber mais e já há sempre a possibilidade de adquirir a mais recente edição da revista “Visão História” dedicada ao tema e que também foi preparada pela mesma equipa de historiadores.


 Em mais de uma vintena de artigos é possível conhecer o enquadramento histórico e os relatos de vários portugueses que trabalharam de forma forçada para o esforço de guerra alemão…

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Guerra Civil de Espanha em Lisboa

O Instituto Cervantes, em Lisboa, recebe hoje a apresentação do livro “Extremadura en el Esperjo da la Memória” e de um documentário de 1936 sobre a actividade dos “yuntaderos”, os homens que cuidavam das juntas de bois, produzido em 1936 e desaparecido durante quase 70 anos.


O livro reúne vários trabalhos apresentados por historiadores durante um ciclo de conferências que decorreu no final do ano passado na zona de Badajoz. Os trabalhos abordam questões relacionadas com franquistas e republicanos e até o relacionamento de Portugal com as partes em conflito.

O filme foi uma produção de 1936, do Governo republicano, com o objectivo de divulgar a natividade dos “yuntaderos”. O documentário foi redescoberto nos arquivos russos há alguns anos depois de se ter pensado que teria desaparecido após guerra civil. Julga-se que será uma das cópias enviadas para Paris durante o conflito com objectivos propagandísticos. Com a invasão alemã terá sido entregue na Embaixada Soviética que o enviou para Moscovo.

 Boas razões para dar uma volta pelo Instituto Cervantes…